Calendário editorial: organize seu conteúdo e aumente seus resultados

Criar conteúdo é a base do marketing digital e como diz Seth Godin, é a única estratégia de marketing que ainda resta.

Se você quer atrair clientes para seu negócio, leitores para seu blog, seguidores para suas redes sociais, você precisa criar conteúdos relevantes, de qualidade, de forma estratégica e consistente.

Através da criação e publicação deses tipos de conteúdos, você pode:

  • Estabelecer confiança com sua audiência;
  • Construir autoridade;
  • Aumentar o tráfego do seu site/ blog;
  • Aumentar os leads qualificados;
  • Melhorar seu poscionamento no Google;
  • Melhorar as conversões.

E isso é difícil fazer isso sem ter um plano estratégico criado.

A correria do dia a dia faz com que empresas deixem para a última hora a essa tarefa e criem conteúdos desestruturados que geram poucos resultados.

O que é um calendário editorial?

Um calendário editorial é uma ferramenta que te ajuda a mapear, planejar e gerenciar seus conteúdos.

Ele pode estar em diversos formatos, como planilhas excel, num pdf ou mesmo num aplicativo como o Trello.

Para que você precisa de um calendário editorial?

Usar um calendário editorial é essencial para que você aumente os resultados da sua empresa.

Isso porque com ele você será capaz de:

  • Planejar com antecedência e organizar facilmente conteúdo por tema e tipo;
  • Manter todas as ações e todas as pessoas da equipe no mesmo lugar;
  • Saber o que precisa ser terceirizado;
  • Pensar estrategicamente no conteúdo que será criado;
  • Deixar tudo organizado para conseguir mais impacto e efetividade;
  • Acompanhar a programação da publicação;
  • Acompanhar a eficácia de cada parte do conteúdo.

Como usar o template do Calendário Editorial

Ao final desse artigo você poderá baixar um template que vai te ajudar na criação de seus conteúdos editoriais para todo o ano de 2020.

Mas como usá-lo?

calendário editorial

# 1. Faça uma auditoria de conteúdo

Levante todo o conteúdo produzido e veja o que já foi publicado.

Nesse ponto é importante levantar os temas, as palavras-chaves usadas, as URLs, datas de publicação e também os resultados que cada um deles tem trazido.

Esses conteúdos estão otimizados? Estão bem posicionados no Google? Estão trazendo tráfego e convertendo leads para o seu negócio?

Veja se consegue também rastrear quais foram as ações que foram feitas para promover os conteúdos.

É de extrema importância esse levantamento porque você jamais pode criar conteúdo duplicado.

Você pode aproveitar esse momento para organizar todo o passado em um só lugar.

#2. Garanta que você saiba quem são as buyer personas da sua empresa

Se você não sabe para quem está escrevendo e quem é a sua audiência, fica muito difícil escrever os conteúdos que vão atraí-la.

É fundamental entender quem são essas pessoas, suas dores, sonhos, dados demográficos, aonde encontrá-las e muito mais.

#3. Faça uma análise da concorrência

Quais conteúdos estão sendo desenvolvidos pela sua concorrência? Você pode ou deve concorrer com eles?

Você pode entrar na Ubbersugest (ferramenta gratuita) e espiar o que a sua concorrência está criando e quanto tráfego está trazendo para eles.

Basta inserir na barra de procura o endereço do site de seus concorrentes.

#4. Veja se existem lacunas de conteúdos

Depois das análises, veja se existem lacunas de conteúdos que ainda não foram escritos ou que podem ser melhorados.

Preencher essas lacunas vai ajudar a posicionar seu negócio para que ele obtenha mais autoridade e traga mais clientes.

Plano Anual de Tema de Conteúdo

Calendário Editorial 2020

Após essa análises, você pode começar a planejar o seu calendário editorial do ano.

#1. Temas Anuais de Conteúdo

Levante os temas anuais importantes como datas comemorativas (natal, ano novo, carnaval, etc), datas comerciais (dia das mães, dia dos namorados, Black Friday). etc e veja como sua empresa pode aproveitar.

Levante também dentro da sua indústria se existem temas importantes. Por exemplo, se você trabalha com a área de saúde, o dia do médico deve ser relevante para seu negócio.

Além disso tudo, veja quais temas a sua empresa tem para falar que sejam relevantes em relação a eventos: aniversário, inaugurações de lojas, alguma outra data interna?

Veja se no seu nicho existem datas mais importantes que você precise se planejar com antecedência. Por exemplo, você produz brinquedos e o dia das crianças é a data mais importante para seu negócio. Garanta que você planejou seus conteúdos com antecedência.

Os temas também devem estar ligados ao redor das palavras-chaves que as pessoas procuram no seu nicho e no seu negócio.

Pense em grandes blocos como Brinquedos para Crianças de 1 a 3 anos ou Brinquedos Educativos ao invés de bola, boneca ou cabaninha.

Plano Mensal do Calendário Editorial

Planejamento de cada Mês

#1. Tema

Dentro do planejamento de cada mês, coloque os temas que você vai abordar.

#2. Persona

Coloque para cada tema também a persona ou as personas daquele tema.

#3. Objetivos

Descreva qual o objetivo com aquele conteúdo. Ele tem como objetivo educar, informar, entreter, apenas vender? E o se for educar, por exemplo, o que ele está querendo explicar?

Deixe isso bastante claro para que você possa passar para um redator interno ou externo.

#4. Estágios do Funil de Vendas

Identifique que estágio a sua persona está dentro do funil de vendas. Veja se ela está no começo (não sabe ainda nada sobre o negócio), se tem algum conhecimento ou se já tem um conhecimento avançado.

Cada estágio do funil de vendas vai permitir uma abordagem diferente sobre um mesmo assunto.

#5. Tipo de conteúdo

O melhor aqui seria dizer (tipos de conteúdo).

Uma vez que você está gastando tanto tempo criando um conteúdo, esse mesmo conteúdo pode virar outras peças de conteúdo.

Mas de qualquer forma, é essencial definir o tipo de conteúdo principal. Um post para o blog? Um vídeo para o YouTube, posts para redes sociais. As opções são muitas.

Dica: se você quer estar bem posicionado no Google e conseguir tráfego orgânico, você precisa ter um blog. Assim, o ideal é começar com um post para o blog.

Artigo relativo: 61 ideias de posts diferentes para seu blog

#6. Palavra-chave principal e relativas

Pesquise qual a palavra-chave principal você usará para seu conteúdo. Existem muitas formas de pesquisar as palavras-chaves. Abaixo um vídeo com uma delas:

Além da palavra-chave principal, também pesquise as palavras-chaves relativas. Basta ir até o Google e ver o que eles sugerem.

Busca palavra “ginástica aeróbica”

Por exemplo, na imagem acima eu estava buscando ginástica aeróbica, mas o Google também traz “Pesquisas relacionadas a ginástica aeróbica”.

Você pode agregar algumas dessas palavras-chaves ao seu conteúdo para que ele se torne ainda mais relevante e otimizado.

#7. Redator

Defina um redator para seu conteúdo. Veja se você consegue ter um interno ou precisará contratar alguém.

Tenha certeza que seja alguém qualificado para escrever sobre a sua temática. Existem redatores especializados em temas (decoração, esoterismo, medicina, etc) que podem ajudar a trazer as especificidades e vocabulários da área.

Esses redatores conhecem sobre o assunto, mas ao mesmo tempo escrevem de modo que leigos entendam.

#8. Quantidade de palavras

Defina a quantidade de palavras para cada artigo (caso seja um).

Isso é importante porque os redatores cobram por palavras. Ou seja, quanto mais palavras, mais caro será o artigo.

É fundamental também porque existe uma correlação entre artigos mais longos e em profundidade serem melhores rankeados pelo Google.

Tente ter artigos com pelo menos 600 palavras.

#9. Título e subtítulo

O título é um dos pontos mais importantes do seu conteúdo.

O seu artigo pode ser maravilhoso, mas se o título não for atraente o suficiente, ninguém vai clicar para ler.

Gaste muito tempo nele para ter o melhor título possível.

Pense com carinho também no subtítulo porque é outra parte que vai aparecer no Google.

Tanto o título, quanto o subtítulo precisam ter a palavra-chave.

Artigo relativo: Como escrever títulos cativantes. Use essas estratégias comprovadas.

#10. Data da publicação

Planeje qual será a data da publicação.

Veja de trás para a frente quanto tempo demora todo esse processo para que você tenha o artigo em mãos com folga antes da data planejada.

#11. Call to Action

Todo esse conteúdo está sendo produzido com um propósito de trazer mais negócios.

Assim lembre-se de colocar um Call To Action (chamada para ação). Ligar para pedir um orçamento, pedir para a pessoa baixar um material para entrar na sua lista, participar de um webinário.

Todas essas são chamadas para a ação.

Veja qual a mais adequada ao seu negócio.

#12. Imagens

Coloque o local aonde estarão as imagens para aquela peça/ artigo.

Todas as imagens precisam ser de alta qualidade, mas também leves para não impactar na velocidade do site.

#13.Promoção

Selecione como e em quais meios você fará a promoção do seu conteúdo.

Não basta apenas publicar e aguardar. É preciso criar esforços promocionais para que o conteúdo atinja mais pessoas e chegue até a sua audiência.

Um post de um blog pode se transformar em posts para Facebook, Linkedin, vídeo para o YouTube, apresentação e várias outras formas.

#14. Status

Coloque no último espaço o status do item selecionado.

Quando acabar com o plano do mês, distribua todos os conteúdos nos dias dos calendários detalhados.

Calendário detalhado do Mês

Gostou do calendário editorial? Depois quero ver como ficou o seu.

Conheça o serviço de Gestão de Marketing de Conteúdo e baixe seu calendário editorial abaixo.

2 Comments

Deixe uma resposta

Quer ir direto ao ponto? Experimente a consultoria.Saiba Mais.
+ +

Baixe o e-book do Pinterest
no seu e-mail

11 dicas surpreendentes para aumentar seu tráfego massivamente com o Pinterest

Obrigada por inscrever-se.

Alguma coisa deu errado.

Fale comigo