Branding: saiba o que é e como usar

Construir uma marca de sucesso demanda muito tempo e esforço e sem sombra de dúvidas não é uma tarefa nada fácil. No entanto, com alguns conhecimentos básicos sobre branding, todo o processo se torna bem mais simples.

Nas próximas linhas, vou explicar em detalhes tudo o que realmente precisa saber sobre o assunto. Portanto, continue com a gente e descubra como se destacar com essa incrível modalidade do marketing!

O que é branding?

Branding é um termo em inglês utilizado para se referir a todo processo de criação e gestão de uma marca. Dessa forma, podemos dizer que o branding tem seu início na definição do nome de uma empresa e permanece atuante em sua promoção e manutenção — futuramente.

Para isso, utilizamos alguns conceitos básicos dessa modalidade, como o propósito, os valores e a identidade visual de uma marca. Assim, conseguimos ter um controle maior não só sobre o seu crescimento, mas também sobre a sua imagem.

Em resumo, o branding permite a criação e a administração organizada de marcas, tanto para prevenir o desperdício de tempo com estratégias inúteis quanto para ganhar autoridade em seu mercado. A seguir, vamos compreender qual a importância do branding e como utilizá-lo em uma empresa.

Por que o branding é tão importante?

São diversos pontos que tornam o branding imprescindível para qualquer marca de sucesso, mas dois deles se destacam: a consolidação e a humanização de marcas. Em uma definição literal, consolidar é o mesmo que tornar algo sólido, ou seja, solidificar uma marca, isto é, torná-la forte perante o mercado.

Humanizar uma marca, por outro lado, visa adicionar características que a tornem mais humana diante de seus consumidores. Para tal, se cria um tipo de “personagem fictício” chamado de brand persona, que nada mais é do que a representação de sua marca.

Um excelente exemplo de brand persona é a Lu da Magazine Luiza. Caso não conheça, Lu é o nome dado para uma personagem criada pela Magazine Luiza para dialogar com seus clientes das mais variadas formas. Logo, podemos concluir que uma das funções da brand persona é a comunicação com o público.

Contudo, é preciso compreender que o papel da brand persona vai muito além disso e que nem sempre ela será de fato uma personagem visível para o público. Ademais, ela não é a única responsável pela humanização de sua marca, pois diversos outros processos são necessários para fazer com que essa se aproxime cada vez mais de seu público alvo.

Em conseguinte, sua marca se tornará memorável para seu público. Nesse sentido, se pensar em marcas de esportes, por exemplo, certamente pensará primeiro na Nike ou Adidas. No fim, é isso que deve acontecer com seus clientes quando pensarem no setor em que sua marca atua, esse é um dos maiores benefícios do branding.

Como usar o branding?

O branding está para um profissional de marketing tal qual o bisturi para um cirurgião. Em outras palavras, branding é como uma ferramenta que requer precisão e conhecimento para ser bem utilizada, da mesma maneira que não é qualquer um que sabe usar um bisturi.

Assim, não pense que conseguirá usar o branding da mesma maneira que as grandes empresas, pois elas possuem equipes focadas nessa modalidade. Todavia, é possível adquirir alguns conhecimentos básicos que fazem toda a diferença no desenvolvimento de uma marca, confira eles, a seguir!

Propósito

O propósito de uma marca é simplesmente o motivo pelo qual ela existe, ou seja, o que move uma empresa todos os dias. Para conseguir encontrar o propósito de sua marca, volte ao momento de sua criação, pense em por que o mundo seria diferente se sua empresa não existisse.

Algumas vezes, ainda, o propósito é utilizado como slogan da marca, uma frase curta e direta que declara a razão de sua existência para o seu público. Cabe salientar, no entanto, que essa não é necessariamente uma função do slogan em si, mas sim do propósito.

Promessa de marca

A promessa de marca pode ser compreendida como o meio que será utilizado para alcançar o seu propósito. De modo lógico, isso tende a variar bastante de acordo com o que a marca deseja alcançar, mas costuma ser demonstrado em suas ações. A título de exemplificação, vamos analisar rapidamente a marca Havaianas.

A marca foi responsável pela criação dos chinelos de dedo de borracha, algo, hoje, popular no mundo inteiro. Em 1973, criou o slogan o seguinte slogan: “Proteja-se das fajutas. Legítimas, só tem Havaianas”. Com ele, sua intenção era lutar contra a concorrência que surgia naquela época. Anos mais tarde, lançou outro slogan: “Havaianas, todo mundo usa”.

Hoje em dia, esses dois slogans simbolizam o propósito da marca e suas ações demonstram sua promessa. Para reafirmar sua originalidade, lançam novos modelos constantemente e reiteram seu antigo slogan, as legítimas. Como forma de alcançar a todos, lançam produtos específicos para cada país, além de criarem mais do que apenas chinelos.

Atributos de marca

Os atributos de uma marca são os seus valores, são bases que demonstram o que ela valoriza e o que ela despreza. Além disso, eles são os principais responsáveis por gerar uma sensação de identificação com a marca, pois não há nada melhor do que consumir produtos de uma empresa que compartilha valores com você.

Identidade visual

Todos sabem que a aparência é o mais importante em um primeiro momento, afinal é ela a responsável por atrair o público. No branding, a identidade visual é a parte responsável por definir como a marca será vista por seus clientes. Assim sendo, ela é composta por itens como as cores, ícones, símbolos, ilustrações, tipografias, etc.

A identidade visual de uma marca precisa ser única e consistente, do contrário, será difícil se recordar dela. Nesse sentido, se entrar no Instagram oficial do Nubank, por exemplo, verá como a cor roxa predomina nas postagens e nas próprias falas da empresa, é um belo exemplo de uma identidade bem construída.

Considerações finais

O branding vai muito além do que foi mostrado neste artigo, pois não há como explicar tudo sobre este tema em único texto. Entretanto, os conceitos apresentados são suficientes para que se destaque perante a sua concorrência e consolide a sua marca no nicho em que atua. Por isso, é importante que compreenda bem cada um dos itens apresentados e os coloque em prática o quanto antes, sem se esquecer que seus resultados são percebidos no longo prazo.

Ficou com alguma dúvida ou tem alguma informação importante para complementar o texto? Então deixe um comentário aqui embaixo e compartilhe com a gente e com os nossos demais leitores!

Deixe uma resposta

Quer ir direto ao ponto? Experimente a consultoria.Saiba Mais.
+ +

Baixe o e-book do Pinterest
no seu e-mail

11 dicas surpreendentes para aumentar seu tráfego massivamente com o Pinterest

Obrigada por inscrever-se.

Alguma coisa deu errado.

Fale comigo