O que é Persona? Entenda tudo o que precisa!

Compreender o que é persona e como ela pode ajudar no crescimento de seu negócio é um dos primeiros passos para alcançar o sucesso. Afinal, é ela quem permite o correto direcionamento não só para uma boa produção de conteúdo, como também para aplicação de qualquer outra estratégia de marketing digital.

Felizmente, a compreensão desse conceito é mais fácil do que parece e este artigo vai mostrar isso. Nas próximas linhas, vou explicar tudo o que precisa saber sobre personas, desde sua definição até os seus usos. Confira!

O que é persona?

Persona é um personagem semifictício que representa o cliente ideal para sua empresa. Sua criação é baseada em dados reais e específicos, com o objetivo de direcionar grande parte das suas estratégias de marketing digital. Tendo isso em vista, se já tiver um público-alvo definido, o processo de coleta de dados será bem mais fácil.

Nessa lógica, é preciso focar em todas as características que compõem um ser humano, como o seu nome, a sua idade, o seu gênero, seu estilo de vida e especialmente em suas dores e em seus desejos.

Após isso, comece a criar a persona do seu negócio preenchendo essas características com dados de seu público-alvo. Confuso? Vamos a um exemplo!

“Bruno Ferreira é um jovem de 18 anos de idade que acaba de concluir o ensino médio e tem o sonho de estudar Medicina na Universidade de São Paulo (USP). Todavia, sempre estudou em escolas públicas e ainda não possui o conhecimento necessário para passar em um vestibular tão concorrido. Por isso, busca um curso preparatório para o exame que se encaixe em suas necessidades.”

Logo acima, temos uma descrição clara de uma pessoa que busca um curso pré-vestibular para alcançar o seu sonho e essa poderia ser a persona de uma empresa desse ramo. Ainda assim, poderíamos adicionar diversas outras informações para Bruno, como seus hobbies, as pessoas com quem ele se relaciona, suas redes sociais favoritas, etc.

Nunca se esqueça que essas informações são originadas de seu próprio público-alvo. Em outras palavras, uma buyer persona só cumprirá o seu papel se for desenvolvida com base em dados concretos que prevalecem entre a sua audiência.

Brand persona vs. Buyer persona

Além de saber o que é persona, é fundamental que saiba diferenciar uma buyer persona de uma brand persona, pois elas possuem objetivos diferentes. Nesse sentido, é importante salientar que a definição apresentada no tópico anterior representa uma buyer persona.

Sendo assim, podemos dizer que uma buyer persona é uma representação semifictícia do cliente ideal de determinada empresa. Ademais, como vimos, ela é composta por diversas características humanas que a conferem uma identidade própria, refletindo os pontos mais altos de determinado público-alvo.

Por outro lado, uma brand persona representa uma marca, e não um cliente. Dessa maneira, quando vamos ao site da Magazine Luiza e nos deparamos com uma personagem chamada Lu, por exemplo, estamos lidando com uma brand persona. Ela fornece informações sobre a empresa, fala por ela, dá voz a marca e determina o seu tom, bem como diversas outras coisas.

Entretanto, vale destacar que nem sempre uma brand persona será um personagem visível para o público, pois o que realmente importa é o seu conceito e a sua função. Portanto, ao se deparar com uma marca que possua uma consistência em sua voz, valores bem definidos e outras características a mais, saiba que está diante de uma brand persona.

Qual a diferença de persona para público-alvo?

Há uma simples palavra que possibilita a distinção entre público-alvo e persona: especificidade. Talvez não tenha reparado, mas a persona de um negócio tem características muito mais específicas do que o seu público-alvo. Assim, podemos definir algumas estratégias mais abrangentes para o público-alvo e outras mais específicas para a persona, algo que será melhor tratado em nosso próximo tópico.

Para que serve uma persona?

Agora que você já entendeu o que é persona e como a diferenciar do público-alvo, vou detalhar os seus usos dentro do marketing digital. Confira!

Direcionamento de conteúdo

A maior parte dos conteúdos produzidos para internet visam uma boa posição no Google para alcançarem o maior número possível de pessoas. Claro que, para isso, é necessário que o tema seja relevante para quem está lendo e uma das funções da persona é garantir a conquista de tal objetivo.

Como vimos, uma persona é extremamente parecida com uma pessoa qualquer. Dessa forma, quando produzimos conteúdos para ela, conseguimos garantir um correto direcionamento. Afinal, ela foi construída com as principais características do seu público-alvo. Logo, temas relevantes para ela também serão para sua audiência.

Escolha dos melhores canais de comunicação

Saber quais canais de comunicação são utilizados por uma persona — para o consumo de conteúdos — é uma de suas maiores vantagens. Com essa simples informação, uma empresa é capaz de economizar muitos recursos que seriam desperdiçados com os meios errados.

Um escritório de advocacia, por exemplo, é tradicional e sério e, portanto, não tem afinidade com o TikTok. Por outro lado, o Facebook talvez seja um ótimo meio de comunicação para o escritório, mas essas são apenas suposições até o momento em que observar os canais de comunicação mais usados por ela.

Aumento de conversões

Quando direcionamos corretamente a produção de conteúdo nos melhores canais de comunicação, temos um aumento expressivo no número de conversões. Para compreensão dessa vantagem, vamos ao exemplo mais bobo possível.

Imagine uma pessoa muito religiosa tentando convencer um ateu de suas crenças. Apesar de ter uma boa intenção, seus esforços estão sendo direcionados para o público errado, uma vez que um ateu não tem interesse em religião. Por mais simples que seja esse exemplo, ele permite que veja facilmente um dos maiores erros decorrentes da ausência de uma boa persona.

Com uma persona bem definida, nesse mesmo exemplo, a pessoa religiosa falaria para um público interessado no que ela tem a dizer e não o contrário. Em seguida, comunicando-se pelos canais certos, ela teria um maior alcance. Consequentemente, suas conversões seriam muito maiores, pois ela estaria lidando com pessoas interessadas no que ela tem a dizer. Em outras palavras, é mais fácil vender uma bíblia para um cristão do que para um ateu.

Conclusão

Persona é um personagem semifictício que representa o cliente ideal de determinada empresa, a fim de otimizar o trabalho de toda equipe de marketing. Ademais, não se pode confundir uma buyer persona com uma brand persona, pois elas possuem funções bem distintas. Por fim, sempre que tiver alguma dúvida entre o que é persona e o que é público-alvo, lembre-se da especificidade.

Agora que entendeu tudo o que precisa sobre personas, que tal deixar um comentário aqui embaixo?

Deixe uma resposta

Quer ir direto ao ponto? Experimente a consultoria.Saiba Mais.
+ +

Baixe o e-book do Pinterest
no seu e-mail

11 dicas surpreendentes para aumentar seu tráfego massivamente com o Pinterest

Obrigada por inscrever-se.

Alguma coisa deu errado.

Fale comigo